Postagens

Mostrando postagens de Março, 2015

your one companion

Sentada no sofá ela permitiu um suspiro escapar, havia anos já que não se sentia rejeitada desse modo. Não foi um sentimento novo porém quase pareceu como se fosse, afinal ele a pegou de surpresa.  Deitou no sofá como fazia quando era mais nova, bem mais nova, quando ouvia The Pretenders no rádio e chorava por um antigo namorado. Não havia mais rock inglês e nem lágrimas na cena, mas quão diferente era realmente a cena? Ainda havia um ser humano do sexo oposto no seu pensamento e também se sentia mal por causa dele.  Se levantou e saiu a andar pelo apartamento espaçoso, deu trinta passos pela sala, acompanhando a parede feita de vidro que era a janela e a porta para a varanda; portas, janelas e divisórias todas feitas de vidro, tudo isso para dar uma maior sensação de amplitude para o ambiente. Mais vinte passos pelo corredor que a porta de madeira branca separa polidamente dos convidados e entrou no quarto.  O quarto cor de champanhe com detalhes em roxo e marrom, sofisticado, como…

gazing across

O frio era suficiente para o próprio ar lhe arder os pulmões, em uma sensação mista de alívio, limpeza e profundidade dentro de si mesma, o frio da noite lhe percorrendo os capilares; uma metáfora bonita, como pensar que a noite, como algo palpável, estava dentro de si. Ficou feliz pela maquiagem estar escondendo o nariz vermelho ao se olhar no reflexo, sorriu com o resultado, se sentiu bonita no reflexo da vitrine, um sentimento raro após os quarenta anos, se bem que ele nunca foi munto presente nas décadas anteriores; saber que estava atraente era diferente do que sentir que estava.
 Olhou no relógio, só haviam se passado dois minutos desde que Thomas havia entrado no banco para sacar dinheiro, o estabelecimento financeiro era o único lugar lotado em um raio de quinhentos metros; bairro comercial, isso é esperado. A rua estava deserta, mas não havia muito perigo aparente, Clarice tinha sua Beretta dentro da bolsa junto com seu distintivo caso fosse preciso; esperava que não fosse.