O primeiro dia ensolarado de Julho.

 Um banco úmido de garoa do dia seguinte. Ou teria sido da tarde? Não lembro. Devia ter sido de tarde, pois a máscara foi derretida pela chuva, lembra? A primeira de três.
 A segunda foi derrubada quando eu perdi o jogo. O jogo que eu estava ganhando, até você fazer a coisa que eu jurava que tinha me preparado. Disse que estava apaixonado. Sabia o quê devia ter dito.
 "É uma pena rapaz" 
Ou
 "Sinto por você"
 Muito simples. Viraria de costas e fingiria não me importar.
 Mas não dava mais, não é? Não podia mais te perder. O quê aconteceu? Eu perdi o jogo. Admiti que estava apaixonada também.
  E a terceira máscara? Muito simples. As três palavras de sempre. Se lembra? Que saíram ao meio de lágrimas, soluços e culpa? Pois é. Viraram o nosso clichê agora meu querido.
 Não é somente a sua camiseta que está escrito eu te amo agora.
 São todas as minhas declarações para você.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Leblon Holiday

Estrada Revolucionária

Vamos terminar a garrafa - NPC